Letícia, da Uniube - abr 10, 2019

Como é trabalhar com Recursos Humanos?

Como é trabalhar com Recursos Humanos?

Cuidar do processo de recrutamento, gerir as políticas de cargos e salários, administrar as rotinas dos colaboradores, promover treinamentos e desenvolver a equipe. Essas são algumas das várias atribuições da área de Recursos Humanos.

Profissionais desse setor lidam com os bastidores da organização — do nível operacional ao estratégico — para evoluir seus serviços, com foco no que mais importa: o capital humano.

Neste artigo, você vai descobrir como é trabalhar com Recursos Humanos, qual é o perfil do profissional da área e as possibilidades de atuação mais promissoras. Acompanhe!

Funções do profissional de Recursos Humanos

No passado, o profissional de Recursos Humanos cuidava apenas de questões como administração da folha de pagamentos e checagem do ponto dos funcionários. Ou seja, o trabalho era mais operacional do que estratégico.

Porém, o cenário mudou bastante nas últimas décadas.

Com as novas tecnologias, várias funções operacionais foram automatizadas, o que permitiu uma atuação mais analítica do profissional de RH.

Algumas organizações, inclusive, mudaram o nome do departamento: o setor passou a se chamar "Desenvolvimento de Pessoas". Tudo isso para mostrar que o foco é cada vez mais no aprimoramento do capital humano.

É natural, então, que esse profissional saiba lidar com os colaboradores e propor uma série de medidas, com o objetivo de potencializar as habilidades de todo o quadro de funcionários.

Ele deve identificar talentos, administrar conflitos e liderar. Também deve manter no seu radar a implantação da cultura organizacional e a atualização dos ideais da companhia, sempre observando questões importantes, como inclusão e diversidade.

Áreas de Atuação

Há várias oportunidades no mercado de trabalho! Antes de almejá-las, é preciso descobrir o seu perfil profissional.

Em organizações de médio e grande porte, o departamento de RH, geralmente, é formado pelo gestor, analistas e assistentes. O gestor, é claro, tem maior poder na tomada de decisões. É ele quem lida com assuntos estratégicos, dialoga com a diretoria e estabelece as metas do setor.

Os analistas dão suporte ao gestor, cuidando de áreas mais específicas. É comum que as empresas tenham um Analista de Desempenho e um Analista de Cargos e Salários, por exemplo. Cada um tem uma atribuição e a responsabilidade de propor melhorias contínuas.

Os assistentes auxiliam toda a equipe, gerando dados, relatórios e regendo rotinas mais operacionais da área de Recurso Humanos, que, hoje, se divide entre as vertentes que serão mostradas a seguir.

Recrutamento e seleção

Responsável pelos processos seletivos da empresa, o profissional dessa área precisa estar alinhado aos objetivos e valores da companhia. Isso é importante para contratar pessoas que tenham habilidades técnicas e se encaixam na cultura organizacional.

É ele quem avalia currículos, realiza dinâmicas, faz entrevistas pessoais, gere a seleção e contrata o candidato. Atualmente, essa é uma das áreas mais importantes das organizações.

Cargos e salários

Uma política de remuneração bem estabelecida é capaz de reter talentos e manter o conhecimento organizacional dentro da organização. Essa área define a remuneração de todos os profissionais. Portanto, é aqui que a empresa atrai e valoriza os colaboradores que têm boa performance.

Treinamento e desenvolvimento

Gerir a área de treinamento significa estar envolvido com educação e modelos de aprendizado. Várias organizações de grande porte têm sua própria academia do saber, que visa à promoção de programas de treinamento.

Empresas que ainda não contam com programas desse tipo investem em políticas de continuidade de estudos, que envolvem subsídios e descontos.

Quem trabalha com Recursos Humanos acompanha a performance da equipe para saber quem precisa ser treinado e quais conteúdos serão úteis para cada profissional.

Avaliação de desempenho

A justiça é um objetivo a se alcançar nessa área. Afinal, para medir o desempenho do profissional, é preciso desenvolver um sistema de avaliação que premie os colaboradores com melhor desempenho.

O especialista em Recursos Humanos, dedicado a essa área, lidera o processo e está envolvido em todas as etapas. Seja uma simples rodada de feedback ou uma robusta avaliação 360 graus.

Rotinas de pessoal

Lidar com uma grande quantidade de informações e documentos é parte das rotinas de pessoal. Tudo que está relacionado aos colaboradores passa por aqui: processo de férias, demissão, reajustes salariais e vários outros aspectos.

Essa área coordena a folha de pagamento, de ponto, falta, afastamento e recebimento de benefícios, além de questões trabalhistas e previdenciárias.

Recursos Humanos - funções

Benefícios

Vale refeição, vale transporte, vale alimentação, 14º salário, auxílio creche, material escolar, continuidade de estudos e programas de qualidade de vida. Esses são alguns dos benefícios disponíveis no mercado.

Para que eles atendam às demandas dos colaboradores, alguém precisa geri-los. O profissional de Benefícios é responsável por isso.

O profissional do futuro

Diante de todas as opções na área de Recursos Humanos, você deve estar pensando em como se destacar diante de tantos profissionais já formados.

A chave do sucesso passa pela compreensão das mudanças nas formas de trabalho, do modelo de gestão horizontal e das necessidades dos profissionais do futuro.

Sofia Esteves, presidente do Conselho da Cia de Talentos, afirma que empresas e colaboradores têm atuação cada vez mais integrada.

"Por isso, a tendência é ter cada vez mais profissionais com repertório expandido, exatamente para apoiar que as empresas sejam mais inovadoras", defende a especialista.

Assim, características como criatividade, inovação, trabalho em equipe e liderança têm sido extremamente valorizadas. A expectativa é que profissionais cada vez mais arrojados abracem a causa da empresa e gerem resultados significativos.

Coloque isso em mente: se a forma de trabalhar mudou, as organizações e a área de Recursos Humanos também vão mudar.

E aí, qual profissional você quer ser no futuro?

Inicie uma trajetória de sucesso na área de Recursos Humanos

O curso de Gestão de Recursos Humanos oferece um panorama atualizado de temas essenciais ao crescimento de qualquer tipo de empresa.

Assuntos como relações trabalhistas, gestão de benefícios, liderança, negociação, contabilidade, ética, legislação, informática, psicologia e administração são abordados em sala de aula.

Tem interesse pela área?

Então conheça o curso de Gestão de RH da Uniube.

Prepare-se para ter uma formação de qualidade, que é a porta de entrada para o sucesso profissional

Escrito por Letícia, da Uniube