Letícia, da Uniube - fev 1, 2019

7 dicas para estudar em casa

A Educação a Distância (EAD) tem crescido cada vez mais no Brasil. Estudar em casa já é a opção escolhida por várias pessoas que buscam comodidade e precisam conciliar a rotina de estudos com outras atividades, por exemplo.

Segundo o último Censo da Educação Superior, publicado pelo Ministério da Educação (MEC) em 2017, mais de 18% dos estudantes do Ensino Superior estão matriculados em cursos EAD.

A perspectiva é que esse segmento siga crescendo, graças à criação de novos polos. Somente no primeiro semestre de 2018, o setor registrou ampliação de 16% no volume de matrículas, em relação ao mesmo período do ano anterior, alcançando a marca de 132 mil novos alunos inscritos.

O aumento do número de estudantes foi acompanhado pelo crescimento do volume de polos EAD no país, o que amplia as possibilidades de o estudante escolher seu curso e sua instituição de ensino.

Vantagens da EAD

Estudar em casa gera mais flexibilidade na organização da sua rotina de aprendizado, o que permite conciliar o estudo com outras atividades, como emprego, cuidados com a família e viagens. Ou seja, a educação a distância tem diversos benefícios.

Flexibilidade para fazer sua própria grade de horários

Nem sempre é possível conciliar um curso universitário com seus demais compromissos pessoais. Pessoas que têm empregos com carga horária variável ou até mesmo mulheres com filhos em idade pré-escolar podem ter dificuldade de se adequar à grade de um curso presencial.

A EAD permite que você tenha flexibilidade para escolher a hora em que vai se dedicar a estudar em casa. Com um pouco de organização, é possível terminar o seu curso no seu próprio ritmo e até mesmo acelerar a conclusão dele.

A Universidade acompanha você em qualquer lugar

Vai viajar a negócios? Não se preocupe em perder aula.

Os cursos de graduação a distância podem ser acompanhados de qualquer parte do mundo, bastando apenas ter acesso à internet. É possível estudar em qualquer lugar, seja no hotel, no ônibus ou no avião.

Ampliação das suas possibilidades de aprendizado

Além do conteúdo disponibilizado pela sua instituição de ensino, ainda é possível valer-se da internet para aprender ainda mais.

Existem inúmeros canais no Youtube e fóruns de discussões em redes sociais que podem auxiliar o seu processo de aprendizagem, fazendo com que você esteja sempre atualizado sobre a área que está cursando.

Interação sem medo

A timidez pode atrapalhar alguns alunos a esclarecerem dúvidas em uma sala de aula cheia de estudantes. Esta barreira desaparece quando a interação acontece pela internet com o seu tutor.

Até mesmo os mais tímidos se sentem mais à vontade em esclarecer suas dúvidas quando a sala de aula é virtual. Além disso, a interação e a colaboração entre os alunos costumam ser maiores nesse tipo de ambiente.

Economia

Estudar em casa permite cortar uma série de custos, como gastos com transporte e alimentação. Essas despesas podem parecer pequenas, ao se considerar apenas um semestre.

Porém, em uma graduação de 4 anos, representam um montante significativo, que poderia ser alocado em outras áreas da sua vida. Isso facilita seu planejamento financeiro para o futuro.

7 dicas para estudar em casa

Se os benefícios de se matricular em um curso EAD já convenceram você, chegou a hora de darmos dicas para otimizar sua rotina relacionada a estudar em casa, sem comprometer a qualidade do aprendizado.

1. Prepare um cantinho de estudos

Escolha um lugar para estudar em casa e mantenha-o organizado. O ambiente deve ter boa iluminação, ser bem ventilado e ter um assento confortável. Realizar suas atividades no mesmo cômodo favorece a criação de uma rotina, evitando que você deixe esse hábito de lado.

2. Organize-se

Um dos desafios de quem estuda em casa é manter a organização em dia.

Tenha sempre em mãos seu material de estudo e crie seu próprio cronograma de aprendizado. Estabeleça metas diárias, de quais disciplinas você irá assistir, e utilize uma agenda para controlar a entrega de trabalhos e avaliações.

Estudar em casa - calendário

3. Controle seus horários

Assim como é preciso estabelecer quantas horas você irá estudar por dia, é preciso fazer pausas para consolidar o aprendizado. Algumas técnicas de produtividade, como a Pomodoro, podem auxiliar você na gestão da sua rotina, evitando que você exagere na carga de atividades ou perca o foco rapidamente.

4.  Mantenha-se distante das distrações

Se o celular ou a TV roubam sua atenção, mantenha-se em um ambiente sem estes equipamentos. Seu local de estudos deve ser silencioso e o mais organizado possível, para que nada impeça você de se concentrar no seu curso.

5. Cuide-se para se manter motivado

Não adianta chegar do trabalho depois de um dia exaustivo e achar que irá conseguir devorar um livro inteiro. Você deve estar descansado na hora de estudar.

Por isso, manter uma alimentação equilibrada e praticar atividades físicas regularmente é benéfico para manter mente e corpo sãos. Cuidado com o corpo para aprender mais!

6.  Utilize técnicas de estudo

Existem diversas técnicas de estudo que facilitam que você absorva o conteúdo mais rápido, por meio da representação visual.

O mapa mental é uma delas. O método pode auxiliar você a gravar e revisar o conteúdo, pela criação de organogramas e esquemas organizados por palavras-chave. Uma ótima maneira de interligar áreas do conhecimento, criando conexões perceptíveis entre elas.

7.  Não se esqueça do networking

O simples fato de não estar em uma sala de aula presencial não quer dizer que você não precisa criar suas estratégias de marketing pessoal.

Aproveite a execução de trabalhos colaborativos entre alunos, além dos ambientes de interação das aulas, para que seu nome circule entre a turma. Destacar-se entre os demais é fundamental para consolidar sua carreira e atingir seus objetivos profissionais!

Gostou da ideia de estudar em casa e ficou interessado em saber mais sobre os cursos EAD?

Acesse o nosso site e conheça tudo o que a Uniube pode oferecer para sua formação!

Escrito por Letícia, da Uniube