Letícia, da Uniube - ago 7, 2018

O diploma EAD e seu reconhecimento no mercado de trabalho

Quer fazer um curso de nível superior a distância, mas está preocupado com a validade do diploma EAD? Saiba que você não está sozinho! Essa é uma dúvida muito comum de quem pensa em aproveitar as vantagens da educação a distância.

Neste artigo, você vai ficar bem informado sobre a validade do diploma EAD, descobrir como o mercado enxerga os graduados a distância, conhecer as competências desenvolvidas pela EAD e conferir como escolher a Universidade certa!

Vamos lá?

Validade do diploma EAD

A validade do diploma da educação a distância é uma das maiores preocupações de quem pensa em fazer um curso de nível superior desta modalidade. Isso ainda acontece devido à impressões equivocadas, como “educação a distância é mamão com açúcar” e "uma uma forma de 'contornar' o ensino superior tradicional".

No entanto, a realidade é que um curso EAD pode ser até mais exigente que um presencial. Afinal, toda a responsabilidade pelo aprendizado é do aluno. Ele deve se organizar para estudar nos dias e horários certos, assistir todas as aulas e fazer as atividades dentro do prazo.

Mas vamos logo ao que interessa: a validade do diploma EAD é igual a de um curso presencial. Para você ter uma ideia, o decreto n. 9.235/2017 proíbe a identificação da modalidade de ensino na emissão e no registro do diploma (Art. 100).

E o que isso significa? Quando você receber o diploma de graduação ou pós-graduação o que vai constar neste documento é o seu título. Por exemplo, “Bacharel em Ciências Contábeis” ou “Especialista em Gestão Educacional”.

Como o mercado enxerga profissionais formados em um curso a distância

Validade do diploma EAD esclarecida, é hora de falar sobre a segunda maior dúvida de quem considera a estudar à distância: a entrada no mercado de trabalho.

Lembra que acabamos de falar que ainda existe a ideia que cursos EAD são mais fáceis? Por causa dessa impressão inadequada, empregadores olhavam torto aos graduados da modalidade EAD.

Acreditava-se que a graduação presencial era a única maneira de ser bem preparado para exercer uma profissão e que a falta de vínculo entre professores e alunos da educação a distância prejudicava a formação.

Mas isso mudou! Essa desconfiança e implicância com o diploma EAD que havia há alguns anos não existe mais.

Isso aconteceu quando empresários e recrutadores notaram como os graduados de um curso EAD são funcionários disciplinados, que sabem gerir seu tempo, se automotivam e são mais maduros e comprometidos com o que fazem.

Portanto, você pode respirar aliviado! Dedicando-se aos estudos e desenvolvendo as competências e habilidades certas, você conquistará um lugar no mercado de trabalho e ficará mais perto da sua independência financeira.

Competências e habilidades desenvolvidas em um curso EAD

Acredite, fazendo uma graduação ou uma pós-graduação a distância, você desenvolve uma série de atributos valorizados pelo mercado de trabalho.

Isso acontece principalmente porque você é o único responsável pelo seu aprendizado. Ou seja, em um curso EAD o professor não pega no seu pé para cobrar a realização de atividades ou presença em sala de aula. É você que deve se policiar para:

  • estabelecer um cronograma de estudos e segui-lo à risca;
  • transformar o estudo em um hábito;
  • assistir a todas as aulas do semestre;
  • ler e fazer as atividades de cada disciplina;
  • estudar para as provas;
  • conciliar seus estudos com a sua vida pessoal, profissional e social.

A boa notícia é: a educação a distância ajuda a desenvolver competências como autodisciplina, automotivação, autorresponsabilidade, persistência, organização e gestão do tempo — tudo o que você precisa para potencializar seus estudos e ser um profissional desejado pelo mercado de trabalho.

diploma EAD

Como escolher a Universidade certa para fazer um curso EAD

Agora que você já sabe como é vantajoso estudar a distância, veja como escolher a instituição de ensino ideal para fazer uma graduação:

Verifique o reconhecimento do Ministério da Educação

A primeira coisa que você deve fazer é verificar se a instituição e o curso são reconhecidos pelo Ministério da Educação.

Esta checagem é indispensável para assegurar que a faculdade cumpre as exigências legais e evitar cair em armadilhas. Isto é, evitar fazer um curso e descobrir após a formatura que não receberá um diploma devido às irregularidades da instituição — como aconteceu com estas pessoas na Bahia.

Mas como fazer isso? Fique tranquilo que essa verificação é fácil de realizar! Basta acessar o sistema e-MEC e realizar uma busca pela instituição e curso desejado.

Avalie a infraestrutura e as vantagens oferecidas aos alunos

Instituição e curso reconhecidos pelo MEC? Maravilha! Agora é hora de avaliar a infraestrutura e os benefícios que a Universidade oferece aos seus estudantes.

Para isso, vá até o campus ou polo de apoio presencial mais perto de você. Durante a sua visita, avalie a qualidade dos laboratórios, das salas de estudos, biblioteca e demais equipamentos necessários para o seu curso.

Aproveite para tirar dúvidas sobre o ambiente virtual de aprendizagem, biblioteca virtual e o atendimento aos alunos EAD. Se possível, converse com um coordenador ou um professor do curso que você está interessado. Isso vai ajudar a ter uma ideia melhor sobre como será os seus estudos na Universidade.

Não se esqueça de checar os benefícios. Isto é, os programas de parcerias, descontos e outras vantagens oferecidas aos estudantes. Por exemplo, algumas Universidades podem oferecer curso de inglês ou conceder uma assinatura de programas como editores de textos, de planilhas e de apresentações.

Descubra quais são as atividades de extensão e de iniciação científica

Procure saber quais são as atividades extras que a Universidade oferece aos seus alunos. Por exemplo, cursos de extensão, palestras, workshops, participação em projetos de pesquisa acadêmica e outros eventos que ajudam a complementar sua formação.

A iniciação científica, por exemplo, é uma ótima atividade para quem deseja seguir carreira acadêmica para ser professor universitário ou pesquisador. Caso este seja seu objetivo, verifique se a Universidade tem projetos de iniciação científica e o que deve ser feito para poder participar.

Pronto! Agora você já está mais informado sobre o diploma EAD e confiante sobre estudar a distância.

Portanto, se você deseja fazer um curso de nível superior, dê uma oportunidade a EAD e aproveite todos os benefícios gerados por essa modalidade.

Que tal conferir os cursos a distância que você pode fazer na Uniube?

Escrito por Letícia, da Uniube