Letícia, da Uniube - mai 21, 2019

Como procurar emprego sem experiência profissional?

Adquirir experiência profissional é um dos maiores desafios de quem está na Universidade ou pretende ingressar no ensino superior.

O dilema é comum para vários jovens no começo da carreira. As empresas querem candidatos com experiência em uma função, mas os estudantes não conseguem adquiri-las, justamente por não encontrarem quem dê a primeira oportunidade.

Se você está nessa situação, saiba que há vários caminhos para começar sua vida profissional da melhor maneira.

Neste artigo, vamos listar algumas dicas para quem deseja chamar a atenção dos empregadores e conseguir o primeiro emprego. Acompanhe!

Como elaborar um currículo sem experiência profissional?

A graduação é uma fase marcante para o jovem que está começando a construir sua carreira. Porém, encontrar uma oportunidade de trabalho nesta fase nem sempre é fácil.

O desafio parece ser enorme quando a pessoa não possui experiência profissional e se depara com processos seletivos muito concorridos.

Muitos universitários se sentem intimidados até mesmo com o número de concorrentes que encontram nas entrevistas.

Quem está nesta situação deve se atentar a todos os contatos com as empresas, a começar pelo currículo. Ele deve ser elaborado para destacar sua trajetória e evidenciar as suas competências.

Alguns cuidados ajudarão o candidato nessa missão. A seguir, mostraremos alguns pontos importantes para sair na frente em processos seletivos.

Objetivo profissional

O objetivo profissional é um dos pontos mais importantes na elaboração do currículo. Ele deve ser direto e específico para que o profissional de RH perceba o seu real interesse pela vaga.

Evite frases genéricas, clichês e modismos. O importante é dar destaque ao setor em que deseja atuar ou à vaga pretendida.

Veja o seguinte exemplo: em vez de citar como objetivo “Adquirir conhecimento e colaborar com o crescimento da empresa” prefira “Vaga no setor de Recursos Humanos”.

É importante dizer que, mesmo se a pessoa está desempregada há algum tempo, atirar para todos os lados pode não ser uma boa ideia. O ideal é enviar currículo apenas para vagas com as quais você se identifica e acredita que têm a ver com sua trajetória.

Formação acadêmica

Sua formação deve ser valorizada no currículo e preenchida de forma breve. Informe:

  • o título do curso que está fazendo;
  • o nome da instituição de ensino;
  • o período de início;
  • a previsão de término do curso.

Caso já esteja nos últimos semestres, vale citar também o tema do seu TCC.

Além disso, você ainda pode destacar:

  • se participa de algum projeto de pesquisa;
  • se está envolvido com uma empresa júnior;
  • se recebeu algum título de mérito acadêmico.

Cursos complementares

Fazer cursos livres é uma ótima maneira de complementar a sua formação.

Há opções genéricas, que se encaixam em qualquer tipo de trabalho, e específicas para determinado setor. O ideal é realizar esses dois tipos de atividades para desenvolver competências comportamentais e conhecimentos voltados à sua área.

Liste todos os cursos dos quais já participou e informe como eles podem contribuir para as atividades do cargo que você deseja ocupar. Por exemplo, se a pessoa já fez um treinamento de oratória, pode destacar a sua capacidade de comunicação. Esse pode ser um diferencial para uma vaga de vendedor.

Cursos de idiomas sempre são bem vistos pelas empresas. É importante ser sincero em relação ao seu domínio da língua estrangeira. Afinal, nada pior do que ser convocado para uma entrevista e não entender o que o recrutador está dizendo, não é mesmo?

Não é necessário anexar os certificados dos cursos listados. Substitua esses documentos por um breve resumo das certificações que você possui.

Como adquirir experiência profissional antes do primeiro emprego?

É possível ganhar experiência na sua área mesmo antes de ter a sua carteira assinada pela primeira vez. Trabalhar por conta própria e ser voluntário são boas opções para conseguir experiência profissional.

Que tal encontrar um estágio ou um serviço de freelancer na sua área, antes mesmo da formatura?

Além de turbinar o seu currículo, essas oportunidades ainda garantem renda extra ao final do mês.

Existem diversas plataformas online que aproximam profissionais freelancers de potenciais clientes. Os portais 99 Freelas e Freelancer.com são exemplos de sites que podem ajudar os universitários a encontrarem serviço.

O universitário que já fez trabalhos desse tipo em sua área é bem-visto no mercado de trabalho. Isso mostra que ele está disposto a correr atrás dos seus objetivos e adquirir experiência profissional.

Experiência profissional - entrevista

Não tenha medo de anunciar seu currículo e buscar os mais variados serviços. Qualquer oportunidade, por menor que pareça, pode agregar bastante para sua carreira.

Caso algum parente possua uma empresa ou negócio, você pode ajudá-lo e listar essa experiência no seu currículo.

Intercâmbios — ou outro tipo de vivência internacional — e trabalhos voluntários também podem contar muitos pontos para sua vida profissional.

Quem se envolve em qualquer uma dessas atividades demonstra que tem garra e interesse em construir a sua carreira.

Como se destacar na entrevista de emprego?

Agora você já sabe formatar corretamente seu currículo e onde buscar experiência profissional. O próximo passo é se destacar nas entrevistas de emprego.

Veja como se sair bem no contato com os recrutadores:

  • responda a todas as perguntas do RH e destaque suas habilidades;
  • seja honesto e não omita nenhuma informação;
  • tome cuidado com o português, evitando gírias ou linguagem muito informal;
  • informe-se sobre a empresa antes da entrevista;
  • procure controlar a ansiedade;
  • tenha consciência dos seus pontos fortes e de aspectos em que você precisa melhorar;
  • pense nos desafios que você já enfrentou em sua vida para destacar sua forma de resolver os problemas;
  • escolha uma roupa adequada ao perfil da empresa;
  • evite respostas clichê, quando perguntado sobre suas competências;
  • não deixe questões sem respostas — até mesmo indagações que podem parecer sem sentido têm um motivo para existir;
  • antes da entrevista, cheque as suas redes sociais — é importante certificar que suas postagens não comprometem sua imagem.

Seguindo esses passos, você estará mais perto de conquistar o primeiro emprego!

Ser aprovado em um processo seletivo é uma sensação incrível. Com certeza, você se vai se lembrar do primeiro dia de trabalho por muitos anos.

Quer receber mais dicas úteis para a sua carreira? Acompanhe as principais novidades sobre o mercado de trabalho no Facebook e no Instagram da Uniube.

Escrito por Letícia, da Uniube