Letícia - mai 30, 2022

Analista de sistemas: o que faz e onde pode trabalhar?

Basta uma rápida olhada ao seu redor para perceber o quanto a carreira de analista de sistemas é importante.

 Aplicativos, sites, sistemas computacionais e jogos. Tudo isso é desenvolvido com o apoio desse profissional.

 Neste post, vamos esclarecer as principais dúvidas sobre essa carreira. Acompanhe o conteúdo e saiba tudo sobre o ofício!

O que o analista de sistemas faz?

 Em primeiro lugar, é preciso saber que esse profissional pode ser formado em várias graduações na área de tecnologia.

Uma delas é o curso de  Sistemas de Informação. É uma graduação que tem 4 anos de duração e é uma das vertentes da Tecnologia da Informação (TI).

 Quem se forma neste curso está pronto para trabalhar em uma série de atividades, que podem ir da programação à gestão de equipes.

analista-de-sistemas

 São tantas possibilidades de atuação, que fizemos um resumo das principais áreas.

Veja, a seguir, 7 caminhos promissores para um analista de sistemas.

1. Programador web

A internet dominou as nossas vidas de uma maneira irreversível. É praticamente impossível pensar em uma empresa sem um site ou um sistema de gestão on-line.

 Por isso, o programador web dificilmente fica desocupado. 

 Quem trabalha nesta função deve conhecer as linguagens de programação para web. As mais usadas são JavaScript, Java, Phyton, C# e PHP.

2. Programador mobile

É bem provável que você esteja lendo este post em seu celular ou em um tablet.

 O uso de dispositivos móveis se tornou um vício da vida moderna. Com tanta gente usando esses aparelhos, as vagas para programador mobile não param de surgir.

 Esta é a área ideal para analistas que desejam trabalhar com o desenvolvimento de aplicativos, nas mais diversas funções.

3. Programador de sistemas

O analista de sistemas pode ainda se tornar um programador off-line.

O desenvolvimento de plataformas de gestão empresarial continua atraindo muitos profissionais.

 Esse caminho inclui a criação de programas de qualquer natureza para solução dos mais variados problemas.

 Pense, por exemplo, no circuito de câmeras do seu condomínio. Provavelmente, ele está conectado a um sistema automatizado, de gravação e arquivo das imagens. 

 Sem o trabalho de um programador de sistemas, não seria possível ter uma ferramenta tão segura de dados como essa.

 4. Programador de jogos

Já pensou em ganhar dinheiro desenvolvendo games? Pode parecer surreal unir uma paixão à carreira, mas esta é a realidade dos programadores de jogos.

 A criação dos games está cada vez mais complexa. Por isso, as empresas estão procurando profissionais especializados nesta função.sistemas-de-informacao

Para ter sucesso nesta carreira, é preciso ter conhecimento sobre linguagens de Computação, noções de Design e das interações humanas.

5. Gestor de banco de dados

Qualquer software precisa de um banco de dados para funcionar. Portanto, a atuação do gestor de banco de dados é indispensável no setor de TI.

 O analista de sistemas atua na criação dessa base de informações. É sua função garantir que ele esteja sempre disponível para executar as requisições dos programas computacionais.

Uma outra preocupação desse profissional diz respeito à segurança dos dados. O administrador do banco deve sempre estar em busca de soluções que evitem invasões e assegurem a privacidade das informações.

6. Administrador de redes de computador

Quando duas ou mais máquinas estão conectadas entre si, surge uma rede de computador. A própria internet é um bom exemplo de como esse sistema pode funcionar.

 Grandes empresas possuem sua própria rede para garantir que o fluxo de informações continue circulando sem interrupções.

 O administrador de redes de computador é responsável por criar esses ecossistemas. É papel dele garantir que tudo esteja sempre em ordem para que a comunicação flua com qualidade.

 O analista de sistemas é responsável pela configuração de toda infraestrutura da rede. Ou seja, também deve cuidar da aquisição e manutenção das máquinas envolvidas.

7. Analista de negócios

Qualquer pessoa está sujeita a ter um problema ou uma dúvida na utilização de um programa ou aplicativo. O analista de negócios serve de intermediador entre as empresas e os consumidores. 

 É responsabilidade desse profissional prestar suporte técnico para os clientes. Para isso, é necessário entender suas dúvidas e criar trilhas de ensino. 

 A vaga une o interesse por tecnologia à necessidade de comunicação interpessoal. Portanto, é ideal para pessoas com espírito de liderança e conhecimentos de gestão.

Perfil profissional do analista de sistemas

Independentemente da área que o analista de sistemas escolher, é preciso desenvolver algumas habilidades comportamentais.

 Para ter sucesso no emprego, o profissional deve:

  • Ter bom raciocínio lógico.
  • Falar e escrever corretamente.
  • Saber inglês, já que boa parte das referências bibliográficas da área são nessa língua.
  • Ter inteligência emocional para resolver problemas de vários tipos.
  • Praticar a empatia para entender qual é a demanda do outro.
  • Manter bom relacionamento interpessoal.
  • Estar sempre em busca de se atualizar, uma vez que a tecnologia avança diariamente.
  • Gostar de pesquisar soluções para situações complexas.
  • Ser bem organizado.
  • Ter compromisso com os prazos das entregas.
  • Possuir boa capacidade analítica para investigação de erros.

Confira as dicas da Daniela Cristina Rodrigues, Analista de Sistemas da Uniube. 

Analista de sistemas: um profissional disputado

 Como foi possível notar, há muitas possibilidades de atuação para quem deseja se tornar analista de sistemas.

 O setor de TI vive um momento de escassez de mão de obra qualificada. Esse é um cenário favorável para quem deseja se formar na área.

 Por isso, aproveite o momento favorável para entrar em uma instituição de ensino de qualidade. 

 Que tal dar uma olhadinha em nosso site, para conhecer o curso de Sistemas de Informação da Uniube?

QUERO CONHECER O CURSO! 

 

 

Escrito por Letícia