Letícia, da Uniube - mai 13, 2019

Conheça o curso de graduação em Geografia

Conheça o curso de graduação em Geografia

Você é do tipo que sempre gostou de Geografia? Por ser uma das matérias estudadas no Ensino Fundamental e Médio, trata-se de uma área amplamente conhecida pela maioria das pessoas.

Essa disciplina é capaz de formar pessoas mais críticas e aumentar o poder de reflexão delas. É por isso que, cada vez mais, esse profissional exerce um papel fundamental na vida dos estudantes e da população de forma geral.

Mas saiba que a Geografia vai muito além do que podemos imaginar. Neste post, você vai entender mais sobre:

  • a área e o mercado de trabalho;
  • o perfil do egresso;
  • algumas das principais disciplinas estudadas no curso de licenciatura.

Acompanhe!

Você sabe o que a Geografia estuda?

De origem grega, o termo “Geografia” é composto por “geo” (Terra) e “grafia” (descrição). A ciência ganhou esse nome pois era a área responsável por explicar os fenômenos que se davam na superfície terrestre. Mas, com o passar dos anos, ela sofreu inúmeras transformações até se tornar o que é hoje.

Além de estudar o clima, relevos e vegetações, essa ciência analisa as relações entre a sociedade e a natureza e como elas impactam o espaço geográfico. Para isso, ela também depende de conhecimentos advindos da Biologia, Economia, Ciências Sociais, entre outras áreas.

Devido a sua amplitude e caráter interdisciplinar, ela é considerada por muitos profissionais uma ciência horizontal. É graças a essas características que a Geografia é capaz de compreender as relações entre o meio e a sociedade. Tais elos servem de base para o entendimento dos mais variados processos históricos e culturais.

Os conhecimentos da área são fundamentais para discutir questões ambientais contemporâneas. Isso porque a Geografia analisa a interação do ser humano com os recursos naturais, identificando os impactos positivos e negativos, além de criar alternativas de preservação do meio ambiente.

Qual é o perfil do egresso?

Se você deseja cursar a licenciatura em Geografia, vale a pena levar alguns fatores em consideração. O egresso deve ser alguém que se sinta comprometido com o desenvolvimento humano nas mais diversas dimensões, o que é necessário para despertar o interesse para as principais questões da área.

Com isso em mente, reflita bastante! Uma dica é avaliar qual é seu real interesse por temas ambientais, conflitos políticos contemporâneos, problemas sociais, entre outros.

Conheça as principais disciplinas do curso de Geografia

Um bom curso de licenciatura em Geografia parte de uma perspectiva crítica e humanista da Educação.

Afinal, o intuito é formar professores comprometidos com o desenvolvimento dos alunos e preparados para estimular o senso crítico deles, a partir de questões cruciais para o planeta e a relação entre seres humanos e o meio em que vivem.

Conheça algumas das principais disciplinas ministradas na graduação:

  • Cartografia:  são abordados o histórico da cartografia, conceitos de escala e coordenadas geográficas, diferentes projeções cartográficas e conceitos básicos da estatística necessário ao estudo de qualquer fenômeno geográfico.
  • Cidadania, Heterogeneidade e Diversidade: conhecimentos sobre direitos e desigualdades sociais, diversidade étnica e cultural, exercício da cidadania, entre outros temas;
  • Climatologia: estudo das condições atmosféricas e regimes climáticos regionais;
  • História Econômica Social e Política Geral: visa construir conhecimentos sobre o processo de produção e acumulação do capital e ainda a divisão do mundo principalmente no que se difere entre a geografia política e a geopolítica.
  • Geografia Agrária: análise dos elos entre produção e trabalho no contexto agrário brasileiro, industrialização da agricultura, transformações históricas no campo e diferenças entre as estruturas agrárias;
  • Geografia da População: por meio dela, é feita uma reflexão crítica sobre a relação entre Demografia e Geografia. A disciplina ainda é usada como ferramenta de análise do mundo contemporâneo;
  • Geografia Regional do Brasil: visa analisar as concentrações populacionais e sua distribuição no Brasil e no mundo, investigando as teorias demográficas, os processos migratórios e os indicadores demográficos.
  • Geografia Urbana: tem como objetivo estudar o espaço urbano e as desigualdades decorrentes de seus processos históricos e sociais. Além disso, evidencia as contradições da urbanização das cidades, um fenômeno de proporções mundiais;
  • Geologia: estuda os conceitos básicos dessa ciência. Entre os temas visto, estão: o planeta Terra, placas tectônicas, rochas, vulcanismo, tempo geológico e geologia histórica, minerais, formações de solos, transporte de sedimentos, entre outros;
  • Organização Macrorregional do Espaço Mundial: tem como foco a discussão do processo de regionalização do espaço mundial, do carácter universal da sociedade e da articulação do espaço brasileiro com outras escalas geográficas;
  • História do Pensamento Geográfico: proporciona uma leitura reflexiva dos espaços regionalizados, da formação dos blocos econômicos e suas características, além da diferenciação física, política e econômica e social de diversos espaços geográficos.
  • Recursos Naturais e Impactos Ambientais: estudo de como os recursos advindos da natureza são utilizados pelo homem e os impactos causados ao meio ambiente.

O curso também oferece disciplinas ligadas ao ensino, como: Didática, Ensino de Geografia, Fundamentos Antropológicos e Sociológicos da Educação, Prática Pedagógica e Psicologia da Educação. Para receber o diploma, além de cursar as disciplinas previstas na organização curricular, os estudantes precisam realizar um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) e passar pelo estágio supervisionado  — que proporciona ao estudante um contato direto com sua futura profissão.

Sabe-se que muitas pessoas deixam de ingressar na Universidade devido à falta de tempo, à distância e vários outros problemas.

A boa notícia para quem trabalha, não tem tempo ou enfrenta problemas para se deslocar diariamente é que a graduação é oferecido na modalidade EAD.

Geografia urbana

Como é o mercado de trabalho na área de Geografia?

Os estudantes formados no curso de licenciatura em Geografia encontram variadas oportunidades de atuação profissional. Os geógrafos são, na maioria das vezes, associados às salas de aula e boa parte dos profissionais realmente acaba trabalhando com ensino.

Eles podem atuar como professores em escolas do Ensino Fundamental e Médio, trabalhar com projetos educacionais, desenvolver materiais didáticos, entre outras funções. No entanto, saiba que o campo de atuação de quem estuda Geografia não está restrito a esse meio.

Na área pública, por exemplo, órgãos ligados à Agricultura, Planejamento, Meio Ambiente e Obras Públicas precisam desses profissionais para o seu funcionamento. Há ainda oportunidades em institutos de pesquisa como o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), por exemplo.

Quem se forma na área também encontra vagas de emprego em organizações não governamentais e privadas, como: consultorias ambientais, empresas de turismo, de planejamento urbano e rural, de transportes, etc.

Já os interessados em seguir uma carreira acadêmica precisam continuar os estudos para se tornar docentes e pesquisadores em Universidades.

Portanto, se você sempre gostou dessa área e deseja começar uma graduação, não deixe de correr atrás desse sonho!

Caso você queira saber mais sobre o curso, acesse a página da Uniube para conhecer a graduação EAD em Geografia.

Uma graduação a distância permite que o aluno estude quando e de onde quiser. O diploma tem o mesmo valor que a formação em cursos presenciais!

Escrito por Letícia, da Uniube