Letícia, da Uniube - jun 15, 2020

Conheça o MBA em Gestão Empresarial

Uma boa organização coloca seus líderes diante da mesma missão: “bater metas” e gerar resultados. Com suas características e desafios, eles aplicam as competências que aprenderam na Gestão Empresarial e na Administração a serviço da empresa que representam.

Por mais que as áreas pareçam semelhantes, cada uma tem um papel específico no desenvolvimento de um negócio. 

Neste artigo, vamos apresentar as principais diferenças entre as duas profissões, dando destaque à carreira dos gestores empresariais.

Se você pensa em aprofundar os seus conhecimentos sobre o tema, não deixe de acompanhar o conteúdo até o fim!

Gestão Empresarial: o que é?

Se os administradores planejam, os gestores empresariais fazem acontecer, pois eles estão envolvidos nos processos mais complexos.

Independente da área, o gestor influencia pessoas e as motiva para que cumpram as metas. Ele cria mecanismos e processos que mantêm todo o time engajado com os objetivos da organização. 

Nesse sentido, a gestão empresarial é um processo baseado em estratégias e ações para conduzir a empresa ao sucesso.

O professor Vicente Falconi, um dos mais importantes especialistas brasileiros na área, pontua algumas regras, que são comuns a todos os bons gestores: 

  • não há como gerir sem medir;
  • sem metas, não há resultados;
  • liderar é cumprir os objetivos consistentemente, com todo o time tomando as atitudes corretas.

Fica claro, portanto, que estabelecer métricas para acompanhar os resultados e gerenciar pessoas, processos e recursos é o foco de qualquer gestor.

É importante visar sempre à eficiência máxima da organização, por meio de seu capital humano. 

Gestor empresarial x Administrador

gestao_empresarial

Administradores e gestores empresariais precisam conhecer a estruturação e o funcionamento das organizações, as melhores formas de gerenciar o dinheiro e as melhores estratégias para comercializar os produtos ou serviços da companhia.

Por isso, é natural que tenham conhecimentos em marketing, contabilidade, finanças, ética nos negócios e gerenciamento. 

A diferença entre ambas as funções está na execução das atividades diárias e na visão geral dos processos da organização. 

O administrador:

  • busca a eficiência nos processos da organização;
  • apresenta soluções para a expansão do negócio;
  • define estratégias;
  • estabelece metas;
  • pesquisa referências para departamentos e projetos.

O gestor empresarial:

  • orienta a atuação da equipe para o cumprimento das metas;
  • acompanha o dia a dia dos colaboradores;
  • aprimora as técnicas da organização, da produção à venda;
  • monitora os indicadores mais importantes;
  • toma decisões pontuais.

Para ficar claro: o administrador está mais próximo do planejamento estratégico, enquanto o gestor empresarial atua no acompanhamento diário da sua equipe, visando ao cumprimento das metas. 

Carreira de sucesso na Gestão Empresarial

O melhor caminho para se tornar um gestor empresarial é adquirindo mais conhecimento. O MBA (Master Business Administration) é uma modalidade de pós-graduação lato sensu, que une o que há de mais atual nas melhores escolas de negócios do mundo ao sucesso das experiências mais reconhecidas no mercado. 

Os programas de MBA oferecem três tipos diferentes de benefícios, que são fundamentais para expandir os horizontes do profissional: 

  • liderança prática e competência de gestão;
  • novas portas abertas no mercado de trabalho;
  • criação de uma rede de contatos, com professores e colegas de curso.

MBA em Gestão Empresarial 

Além dos benefícios que destacamos acima, o MBA em Gestão Empresarial proporciona capacitação técnica para estar à frente de organizações dos mais variados setores e portes.

Ao final do curso, o profissional estará preparado para analisar os ambientes corporativos — internos e externos —, avaliar ações e resultados, otimizar processos e maximizar resultados.

Geralmente, essa pós-graduação é organizada em módulos com disciplinas técnicas, que abordam temas importantíssimos para um negócio. 

A seguir, mostraremos 6 matérias importantes do MBA em Gestão Empresarial.

1. Gestão de custos, elaboração e análise de projetos

Neste módulo, o discente aprenderá a correta utilização dos termos técnicos na Gestão de Custos e suas respectivas implicações no controle das atividades empresariais, bem como utilizar as técnicas de registro e acompanhamento dos elementos da Contabilidade Gerencial. Também serão vistos os conceitos de Custos e Despesas, as diferenças entre esses elementos, algumas técnicas e ferramentas de trabalho e gestão dos gastos de transformação e sua influência nos resultados econômicos e financeiros das empresas.

2. Controladoria

Nessa disciplina, o aluno desenvolve habilidades contábeis, que o ajudarão a obter controle das operações da empresa em que trabalha.

Ele aprenderá a monitorar a contabilidade fiscal, elaborar orçamentos e previsões de negócios, desenvolver projetos, gerenciar a tesouraria e organizar o planejamento tributário.

3. Fundamentos do Marketing

A imagem é um dos aspectos mais importantes de qualquer organização. Por isso, é essencial estar por dentro de todos os processos que tornam a divulgação de produtos e serviços possíveis.

Aqui, o aluno compreende a relevância de um forte posicionamento de marketing, que pode gerar muito valor para a marca.

4. Gestão Financeira

Este conteúdo aborda o papel do gestor financeiro como um dos principais responsáveis pelo sucesso ou fracasso de uma empresa, seja em ambientes instáveis (crescimento ou declínio), seja em ambientes estáveis (consolidação).

O gestor deve tomar decisões sobre quando e onde investir, quando há “sobras de caixa” e quando e onde captar recursos (para financiar as atividades da empresa), quando há carência de recursos em caixa.

Uma decisão tomada de maneira incorreta pode trazer transtornos gigantescos à organização e, em casos mais graves, até mesmo a sua falência.

5. Gestão de Talentos Humanos 

Desenvolver profissionais, avaliá-los e reconhecê-los é mais desafiador do que se imagina. 

Neste período, o estudante aprenderá as melhores técnicas de contratação, gestão e retenção de talentos. Além, é claro, de descobrir habilidades de liderança.

6. Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) 

Como de praxe, o encerramento do curso requer a apresentação do Trabalho de Conclusão de Curso, que será orientado por um especialista na área que você deseja investigar. 

Desafios da jornada na gestão empresarial

O aprendizado de novas habilidades requer muito comprometimento e disciplina, mas os benefícios compensam todo o esforço. Faça uma avaliação da sua carreira e decida se este é o momento mais adequado para se dedicar a uma pós-graduação

Se você quer dar mais um passo nessa jornada, descubra o curso de MBA em Gestão Empresarial da Uniube.

Escrito por Letícia, da Uniube